quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Puxa-me!

Puxa-me!
Puxa-me para ti
E guia-me por entre os caminhos da paixão!

Faz-me levitar nas asas do amor
E encontra-te comigo
Naquele grito sentido
E que revolta o mundo
Como um furacão descontrolado
...

Puxa-me!
E descobre comigo o que é viver
O que é amar
O que é sonhar
O que é ter prazer,
Por entre gestos
Por entre mimos
Por entre aquele olhar que trocamos
E que faz parar o tempo
Na eternidade de um momento.

domingo, 11 de julho de 2010

Apenas...



O meu corpo
A minha alma
Têm um desejo.
Que eu me una a ti para sempre
Satisfazes-me esse desejo?

Apenas unida a ti
Alcanço o céu
A utopia do prazer
A felicidade e realização
Que uma alma precisa para respirar.

Apenas unida a ti
Consigo alcançar
O meu eu mais profundo
E descobrir o teu.

Apenas unida a ti
Solto aquele gemido
Que abala o Mundo
E o acalma logo a seguir
...
Amo-te!

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Mais uma vez, sou tua
Por entre lençóis suados
Gemidos almofadados
E banhados de carinho
De amor
De extase do teu beijo.

Sou tua!
Naquele mimo especial
Naquele olhar tão nosso
Naquela dança
Entre o teu corpo e o meu
Selvagem
Desinibida
Sentida
Como uma onda que se enrola na areia
E se entrega ao mar
...
Amo-te!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Naquele momento…

Naquele momento,

Sim,

Naquele momento,

Onde a Terra pára de girar

As pessoas de se mover

E nós sustemos o nosso olhar

Num encontro das nossas almas

Dos nossos corpos que suam

Gemem de prazer…

Naquele momento

Onde o mar se torna pequeno

E o Universo se reduz a pó

Nós somos um!

Amo-te!