sexta-feira, 25 de abril de 2008

Meu corpo sedento de ti

O meu corpo está sedento de ti
Do teu beijo
Do teu toque
Do teu desejo…
Quero ter-te em mim
Sentir-te perto
Enlouquecido
Extasiado…
Quero entregar-me uma vez mais
Numa noite só nossa
Onde nos redescobrimos
E somos um só…

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Jogo...

Acordar a teu lado
Sentir a tua pele
O teu cheiro
O teu olhar…
Beijar-te levemente
Às escondidas
Acariciar-te
Despertando-te do teu sono
Provocar-te
Oferecendo o meu corpo ao teu
Fugindo
Voltando a oferecer
Num jogo incessante de desejo…
Num jogo incessante de sentimento…



sexta-feira, 18 de abril de 2008

Desejo de ti

Masturbo-me na tua ausência
Tentando colmatar o desejo do meu corpo
A sede do meu corpo pelo teu…
Extasiada, procuro-te por entre os lençóis
O teu cheiro está lá
Aumentando a paixão que está aprisionada
Esperando o teu beijo para se soltar…
As minhas mãos perdem-se pelo meu corpo
Como se das tuas se tratasse
De repente, a porta se abre
És tu, meu amor
E vendo-me suada
Molhada
Extasiada pelo desejo que me consome
Arrancas a roupa num momento
E envolves-me num abraço violento
O meu corpo começa a matar a sua sede
Em cada suspiro
Em cada movimento
Em cada gemido…
De loucura e de prazer
Que me fazem desejar mais e mais
Que me acendem a paixão
E acabam num orgasmo mútuo
Que nos faz adormecer
Nos braços um do outro
Depois de uma luta de corpos suados
Irrigados de desejo…

domingo, 13 de abril de 2008

Pertenço-te!


Permanece em mim
Acalma este querer
Atiça o meu desejo
Faz-me tua!
O meu corpo pertence ao teu
A minha boca pertence à tua...
Une-te a mim
Neste segundo
Neste momento!
Leva-me ao extase
Envolve-me em carinho
Leva-me ao orgasmo
Ao prazer
Ao amor...
Pertenço-te!

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Hoje declaro-me a ti

Hoje declaro-me a ti
Nestes versos de amor.
Quero que saibas o que sinto
O que quero
O que desejo…
Ter-te.
Sentir-te.
Entregar-me num momento mágico.
Quero fazer desta noite a mais bela
De todas as que já viveste.
Deixar no teu corpo marcas da nossa paixão.
Deixar na tua alma lembranças inesquecíveis de nós dois.
Deixar no teu coração o meu nome gravado,
Com uma tinta inapagável.
A partir de agora, deste momento, juntos,
E apenas juntos, fazemos sentido.

Texto: Naiol e Lovely
Foto: Paulo César

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Vem meu amor!


Na imensidão da noite procuro os teus braços…
O calor e aconchego que sei, só eles me podem dar!
Quero sentir o teu perfume, os teus lábios (com sabor amel)
colados em mim. As tuas mãos tocando o meu corpo,como se tocasse o mais delicado dos instrumentos de música.Sim, porque quando nossos corpos se juntam (enrolam, e rebolam),
fazemos a mais bela sinfonia que o céu jamais ouviu.
Vem meu Amor!
E traz contigo toda a esperança e a certeza de uma vida melhor..
Envolve-me com o teu olhar.
Mostra-me o caminho a seguir.Segura-me nas tuas asas e ensina-me a voar.
Encontra comigo a paixão, o desejo, o amor.
Deixa-te ir na corrente do meu beijo, ver em que porto irá parar.
Vive comigo uma vida, repleta de partilha e emoção, de união e simplicidade.Ensina-me a ver como tu vês.Ajuda-me a descobrir o teu ser e o teu corpo, numa dança a dois, numa dança de fusão de almas, em que nos tornamos num só ser, numa só alma…
E dançando assim, levados na corrente, chegamos ao ansiado porto, à Felicidade!
Texto: Lovely e Naiol

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Volta...



Doi cada partida tua

Cada beijo que se perde no tempo

Cada abraço que fica por dar...

Anseio a tua volta

Quero entregar-me a ti!

Os meus lábios secam na tua ausência

Vem encontrar-me

Vem possuir o meu corpo

Levar-me ao céu

Vezes sem conta

Vem....

Sou tua!

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Envolve-me!


Envolve-me
Num beijo
Num abraço
Num olhar...
Faz-me flutuar
Faz-me levitar
Por entre sonhos
Por entre sentimentos...
Quero ser tua
Amar-te até ao amanhecer
Agarrar-te e jamais largar-te
Estou aqui
Sou tua!
Envolve-me...

terça-feira, 1 de abril de 2008

Brincadeira



Uma brincadeira

Tu persegues-me

Eu esquivo-me

Tu não desistes

E prendes-me com o teu corpo!

Eu dou-me por vencida

Entrego-me a ti

Deixo-me levar pelos teus desejos

Liberto o meu extase...

Sinto-me no alto

Sinto-te em mim

E tu não páras

Envolves-me cada vez mais

E eu...

Continuo a deixar-me levar!